domingo, 20 de novembro de 2011

Durante nove anos trabalhei em uma fazenda. Meu patrão vendeu a propriedade e me levou para trabalhar como segurança, na casa dele, onde estou há 1 ano. Ganho um salário mínimo e trabalho das 18 às 6 horas, sem folga. Estou doente e quero deixar o trabalho. Minha carteira continua assinada com a função de trabalhador rural. Se eu pedir as contas, perco muita coisa? Quais são perdas?

Se você está doente e essa moléstia provoca incapacidade para o trabalho, o caminho correto é procurar o INSS para percepção do auxílio doença. A concessão desse benefício previdenciário provoca a suspensão do contrato de trabalho até que você recupere a sua capacidade laboral. Caso não seja a hipótese de doença incapacitante, o pedido de demissão afasta o direito à percepção do aviso prévio indenizado, não há liberação do FGTS nem pagamento da multa respectiva de 40%, além de impedir o recebimento do benefício do seguro-desemprego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário